Passeio Histórico sobre o Espiritismo

rue_lille

 

Rue de Lille, número 7, era o endereço da Livraria Espírita. Allan Kardec desencarnou antes de concluir seus planos de transformar o lugar também em escritório para expedição e assinaturas da Revista Espírita. A rua hoje não é frequentada por turistas, mas situa-se perto de pontos turísticos da cidade, como o Museu de Louvre e o Museu D’Orsay.

Passeio Histórico sobre o Espiritismo: Instituto Técnico Rivail

 

passeio_historico_rivail

 

Aos 10 anos, Allan Kardec (H. L. D. Rivail) foi matriculado no Instituto de Yverdon, uma das mais respeitadas instituições de ensino da Europa, localizada na Suíça e idealizada e dirigida por Johann Heinrich Pestalozzi. A experiência de Pestalozzi em Yverdon obteve grande sucesso, atraindo a atenção de figuras importantes da época pelos resultados satisfatórios.

Kardec finalizou seus estudos em Yverdon, chegando a dar aula aos seus condiscípulos na ausência do mestre.

 

passeio_historico_yverdon

 

Foi na educação que recebeu em Yverdon e no método criado por Pestalozzi que Allan Kardec se inspirou para criação, em 1826 e com apenas 22 anos, do Instituto Técnico Rivail, na Rue de Sèvres, nº 35. Lá, lecionava física, matemática, astronomia, anatomia comparada e retórica.

Em 1832, após o casamento, mudou-se com Amélie para residir no prédio aonde funcionada o instituto..

Infelizmente, em 1834, o tio materno de Rivail, que havia investido financeiramente para a criação do Instituto, veio a falência financeira e pediu a devolução da quantia. Para honrar com a dívida, Kardec se viu obrigado a vender o Instituto. Com sua parte do dinheiro resultante da venda, o casal tentou investir em aplicações financeiras, não obtendo sucesso.

Sem mais recursos financeiros, o Sr. e Sra. Rivail puseram-se ao trabalho. Rivail na época trabalhou para três empresas durante o dia, enquanto a noite escrevia livros didáticos. Nos 5 anos seguintes, apesar da própria dificuldade financeira, mantiveram em sua casa cursos com ênfase nas ciências exatas para alunos carentes.

Passeio Histórico sobre o Espiritismo: Rue de Vaugirard

 

ruevaugirard

 

Allan Kardec morou na Rue de Vaugirard por cerca de 4 anos, até 1832. Durante parte desta época, manteve o Instituto Técnico Rivail e dedicou-se a escrever livros didáticos, já tendo lançado seu primeiro livro com apenas 20 anos de idade.

Em 1828, lança uma brochura de 52 páginas, intitulada Plano Proposto para a Melhoria da Educação Pública, apresentada aos membros do Parlamento francês.

 

obrkaardec

 

Seguiram-se as obras: “Gramática Francesa Clássica (1831)” e “Qual o sistema de estudo mais consentâneo com as necessidades da época? (1831)”.
Em 1832, casa-se com Amélie-Gabrielle Boudet:

 

amelie

 

“Casou em 1832 com Amélie-Gabrielle Boudet – que como ele era professora dedicada, e que tendo legalmente os mesmos direitos para ensinar, auxiliava-o em sua tarefa difícil. Em conjunto, eles fundaram nas proximidades de Paris um pequeno educandário para meninas, que foi dirigido pela senhora Rivail.”

(Fonte: Kardec Educador – Textos pedagógicos, de Przemyslaw Grzybowski e Dora Incontri)

Amélie foi o braço direito do marido, ajudando-o e incentivando-o desde o a época do Instituto até nas fase de codificação e difusão do Espiritismo, assumindo o gerenciamento do patrimônio doutrinário deixado por seu marido após o desencarne do mesmo.

Passeio Histórico sobre o Espiritismo: Villa de Ségur

 

villasegur

 

A Villa de Ségur está situada na Avenida Ségur, em Paris. Nesse local, localizado atrás do Museu dos Inválidos e, hoje, perto da Torre Eiffel (que na época ainda não havia sido contruída) Kardec havia adquirido uma área de 2600 m², com o objetivo de transferir sua residência para essa região. Dividia seu tempo entre as atividades na Passage Sainte Anne e a residência em Segur. Foi lá que escreveu sua quinta obra, “A Gênese”.

 

villasegurmap

 

O Codificador da Doutrina Espírita tinha planos para transformar o local em abrigo para indigentes empenhados na defesa do espiritismo, na velhice. Mas antes que pudesse se transferir definitivamente para o local, Allan Kardec desencarnou em 31 de Março de 1869.

 

Passeio Histórico sobre o Espiritismo: Cemitério Père-Lachaise

 

wre4

 

Hippolyte Léon Denizard Rivail, ou Allan Kardec, desencarnou aos 64 anos (1869). Foi sepultado no Cemitério de Montmartre, em Paris, e transferido para o Père-Lachaise. Em 1883, desencarna sua esposa, Amélie-Gabrielle Boudet, cujo corpo foi sepultado ao lado do marido.

 

Untitled-1

 

O Cemitério Père-Lachaise é um ponto turístico muito visitado em Paris. Nele foram sepultados homens famosos, como Oscar Wilde, Jim Morrison, Honoré de Balzac, Eugène Delacroix, Frédéric Chopin, Jean de La Fontaine, Auguste Comte, e, claro, Allan Kardec, cujo túmulo permantemente florido, em virtude das homenagens que recebe dos visitantes, atrái a curiosidade dos que passam, ainda que desconheçam o codificador da Doutrina Espírita.

“O único túmulo sempre com grande variedade de flores — e flores frescas — é o de Kardec e Amélie. Há dois outros túmulos, também muito especiais para os espíritas, que exibem flores constantemente, mas não na quantidade de flores que se vê ali. Você saberá isso daqui a pouco. Enfim, posso dizer que os túmulos constantemente floridos estão ligados ao Espiritismo” (Fonte: Allan Kardec em Paris, por Glauco Adams)

 

 3 

 

Lá também se encontram os túmulos de dois outros vultos do Espiritismo: Gabriel Delanne e Pierre-Gaëtan Leymarie.

dsf